quinta-feira, 17 de maio de 2007

Dicas de primeiros socorros para cães

Estar preparado para agir numa emergência é muito importante. Muitas vezes o dono salva a vida do seu animal quando procede da maneira correta. Mas vale lembrar que nada substitui o atendimento feito pelo veterinário de sua confiança. Anote aí algumas dicas de primeiros socorros. Nos atropelamentos a primeira coisa a fazer é tentar amordaçar o animal pois ao sentir dor ele pode morder você. Verifique se o animal está respirando e mantenha as vias respiratórias livres de secreção ou sangue. Se notar sangramento faça compressão com pano limpo, e se for nas patas, faça um torniquete. Caso perceba fratura nos membros, tente imobilizar com uma tala de papelão. Não pegue o animal no colo, prefira usar uma toalha para transportá-lo e assim evitar movimentos bruscos, principalmente se há suspeita de fratura interna. Leve-o em seguida ao veterinário. Nos casos de choques elétricos, comuns quando filhotes mastigam fios, as lesões são parecidas com queimaduras. O procedimento consiste em imobilizar o animal com mordaça, limpar a área da queimadura com soro fisiológico ou água limpa e cortar os pêlos em torno da área afetada. Quando o animal se envenena você não deve provocar vômitos. Anote o que foi ingerido e a quantidade. Se possível leve a embalagem com você para que o veterinário saiba como agir. No caso de envenenamento de pele, lave com bastante água e sabonete neutro. Quando há vômitos, suspenda a alimentação por 12 horas. Quando o vômito parar, dê pedras de gelo durante 2 horas e volte lentamente a oferecer água e comida. Nas diarréias, suspenda a alimentação por 24 horas mas ofereça água à vontade. Dê cubos de gelo para o animal e ligue para o seu veterinário. Lembre-se, estas dicas são procedimentos importantes que você pode fazer em casa. Mas nada deve substituir o atendimento pelo veterinário.

Sem comentários: